IMG_4410

Look das Blogueiras no SPFW

Umas das coisas que a gente mais quer ver nas semanas de moda são os looks das blogueiras, famosas, it-girls… né? Hoje trago pra vocês alguns looks deusos que as blogueiras usaram nesses três primeiros dias de SPFW. São tantas tendências e produções lindas, que eu até já separei uma pastinha aqui no computador para me inspirar na hora de me vestir!

Sobre meus looks:

Meu look 1: Apostei nesse vestidinho de moleton da Zara com tênis da Adidas para fazer o hi-lo que é tendência, e colares delicados da Aussi {@aussimoda} que deu uma pegada mais arrumada aos look.

Meu look 2: Usei uma sobreposição de camisa com top e calça skinny. Acabei optando por uma calça seca pelo fato da camisa ser mais folgadinha e o top no modelo peplum, e um salto estampado da A.Basto Maison para dar uma cor a mais a produção.

Meu look 3: Saí completamente da minha zona de conforto e apostei em um look mais fashionista. Usei várias tendências e um mesmo look, tee com pequenos babados na manga {o babado continua como forte tendência para esse ano!}, saia de cintura alta metalizada {aposte nos metalizados!} e botinha cano curto com a barra da meia aparecendo!

IMG_4400
Meu look do primeiro dia

IMG_4403

IMG_4445
Meu look do segundo dia

IMG_4446

IMG_4524
Meu look do terceiro dia

IMG_4516

01
Anna Fasano
02
Vih Rocha e Ketherin Kaffka
03
Vih Rocha
10
Rayza Nicácio
Camila Coelho
Camila Coelho
11
A foto que você mais respeita! Thássia Naves destruidora como sempre!
12
Thássia Naves
15
Mariah Bernardes com calça de veludo amarela linda!
16
Sophia Alckmin
19
Mariana Saad
20
Nati Vozza
20.001
Layla Monteiro
21.001
Natana de Leon
22.001
Gabriela Sales
24.001
Nicole Pinheiro
GIG

SPFW day 2: Desfile da GIG Couture

Oie galeris! Ontem assisti ao desfile da GIG Couture no SPFW, de longe um dos meus favoritos! Usaria com certeza todas as roupas <3 A marca conhecida pelo seu trabalho em tricô trouxe para a passarela muito brilho, cintura marcada, corseletes, plissado, babados, ombreiras e manga bufantes. A estilista Gina Guerra apostou em sobreposições, looks monocromáticos, modelagens amplas e texturas, além de tons terrosos, verde militar, preto com prata e preto com dourado.

Sobre o release: “Como manter um denominador comum numa coleção que passeia pelos anos 70, 80 e 90, com propostas tão diferentes entre si? Décadas que ganharam personalidades bastante contrastantes, num tempo em que a moda ainda não era online como hoje. A marca mineira GIG Couture alinhavou bem as referências dessas épocas utilizando matéria prima, cores e brilho como um fio condutor estético, base de tudo.

Na prática, a tecnologia do maquinário combinada com trabalho artesanal transforma o tricot em material fluido, que escorre pelo corpo em diversas modelagens. E o mix de texturas estampadas cria imagens harmônicas nas sobreposições. Os fios dourados contornam e dão o brilho necessário. Assim é possível ter coerência entre o glitter que é muito disco, o power dressing e um grunge nada largado. Entre os itens-desejo, blusas com shapes esportivos, mas totalmente reluzentes, saias mídi pregueadas, looks totais estampados (o camuflado é um dos hits), peças com ombros em evidência (mais fáceis de usar que as dos 80) ou mangas bufantes.

Gig Couture é um bom exemplo da moda urbana que dialoga com a geração que busca referências em outras épocas, revive outros tempos sem necessariamente se aprofundar, entendendo as superfícies e usando o styling para criar novos formatos. Em alguns momentos mais glamoroso, em outros mais street, ainda que um street bem elaborado. A postura pode ser mais disco, ou mais grunge, mas o que fica no geral é algo novo, a cara da segunda década dos anos 2000, onde a moda quer ser moda, e vira o passado do avesso sem grandes compromissos.” (JULIANA LOPES)

Vem ver comigo os looks desejo da GIG Couture!

GIG 01.001
Macacões com cinturas marcadas e mangas bufantes. Ombreiras foram bastante fortes também no desfile.
GIG 02.001
Cinturas marcadas com corset.

GIG 3.001

GIG 4.001

GIG 5.001

GIG 6.001

GIG 7.001
Muito plissado!

GIG 8.001

GIG 9.001

Fonte: FFW.

Muito maravilhoso o desfile né? Gostaram?

Beijos,

Aline.

animaleee

Desfile da Animale

Hello! Hoje começa o SPFW N43, serão 31 desfiles e 6 novas marcas que estreiam no evento que começa hoje e vai até o dia 17/03. Já estou em São Paulo e farei uma cobertura completa de tudo que acontece por aqui, fiquem de olho no blog, instagram {segue lá @alinelimaa} e no meu stories!

A Animale abriu a semana de moda onde o estilista da marca Vitorino Campos se inspirou nas belezas da Itália para montar a coleção. O desfile foi cheio de atitude, muito couro, babados, snake print, camisas brancas, alfaiataria e o blazer na modelagem oversized! Já tô desejando vários looks babadeiros pra sair arrasando por aí 😬 Vem ver alguns looks que apareceram na passarela!

animale 2.001
Apaixonada nessas camisas!! Super estilosas!

animale 1.001 animale 3.001 animale 4.001 animale 5.001 animale 6.001 animale 7.001

wagnerkallieno-lookbook-spfw-verao17-backstage-27-654x983

SPFW Day 05: Desfile do Wagner Kallieno

Encerrando os posts do SPFW, trago hoje pra vocês o desfile do Wagner Kallieno. Vimos peças com linho, tricoline, lurex, lamê, camurça, lycra e muita cintura marcada!

Sobre o release:

“Wagner Kallieno usou como ponto de partida a protagonista Alex, do clássico “Flashdance”, de 1983, como inspiração para a sua mulher nesta temporada. Em muitas cenas, a dançarina de boate que quer virar bailarina usa peças oversized masculinas tipo camisas, casacões, muitas vezes por cima da roupa de dança ou de um jeans surrado. Kallieno pegou a combinação dança + guarda-roupa masculino e transformou num dueto brilho de paetês ou lamês + releituras femininas de alfaiataria e toque esportivo.

Dos anos 80, o estilista trouxe os ombros quadrados que aparecem nos blazers maiores, com destaque para o de lamê dourado, usado como vestido. Os blazers, aliás, estão entre os pontos altos da coleção, que ganha com os looks mais clean com um twist, seja na boa modelagem, seja no tecido. Nessa categoria também se encaixam os momentos de perfume esportivo, como o segundo look com combinação de paetês furtacor transparente usada com pullover de seda com decote V canelado. Também merece destaque o moletom branco com frisos pretos usado com calça de lamê dourado.

Na parte dos bodies, feitos em parceria com a Hype Beachwear, o branco superdecotado caiu bem com o conjunto petróleo de calça pantalona e casaco longo de lurex vazado transparente. (CAROLINA VASONE)”

00.001

01.001

02.001

03.001

05.001

Fonte: ffw.com.br.

lenny-41

SPFW Day 03: Desfile da Lenny Niemeyer

Ontem foi dia de conferir o desfile de Lenny Niemeyer no SPFW. A marca que faz uma moda praia super sofisticada e linda, se inspirou na cultura japonesa, a coleção continha texturas, estampas, amarrações e bordados. As roupas e maiôs são tão lindos e arrumados que dá pra usar não necessariamente apenas na praia!

Sobre o release do desfile:

Inspiração

Lenny olhou para a cultura milenar do Japão, mostrando ícones de sua tradição, como o shibari, os quimonos e estampas de animais como tigre e carpas, em modelagens contemporâneas. O desfile começa com muitas cores vindas da riqueza das estampas e vai limpando até chegar em tons de pele.

Beachwear

Uma das coleções recentes mais bonitas de Lenny. Há uma série de experimentos com os maiôs e biquínis, por meio de recortes e modelagens, que vão de uma alça mais grossa a um decote bem aberto em V, um vazado na cintura ou até transformar o maiô em uma t-shirt, com mangas curtas ou compridas, simulando construções japonesas.

Praia + Rua

Cada vez mais há menos distância entre as modas de praia e de rua. Lenny é um bom exemplo dessa derrubada de barreira e tem trabalhado com maestria o aspecto de um lifestyle que gira em torno do beachwear, em vez de se prender somente no espaço entre a areia e o mar. Essa coleção traz quimonos maravilhosos, vestidos, calças e até jaquetas esportivas com as estampas japonesas. E em muitos looks, o biquini aparece dentro das roupas. “Minha ideia foi fazer uma simulação de quanto a moda sai cada vez mais da areia. E pensar que antes a lycra era parte do submundo da moda…”.

Shibari

A arte de amarrar. O shibari é um método nascido no Japão de amarração com corda usado para prender fugitivos no século 19. Depois ele passou a ser associado ao bondage e tem como ideia central os contrastes da corda apertada no corpo nu, a força e a entrega, a calma e o medo. Quem pratica o shibari diz que pode ser algo gentil ou firme, criando uma variedade de emoções que são tão flexíveis quanto a própria corda. Assim, é uma relação de confiança entre quem amarra e quem é amarrado. No backstage, um senhor especialista amarrava a corda no corpo das modelos dos quatro looks finais – e maravilhosos – que foram inspirados nessa arte.

Bombshell X 2

O casting da Lenny tem as meninas mais lindas da temporada, mas vamos fazer uma menção honrosa aqui para Renata Kuerten e Alicia Kuczman pelo esforço com que cuidam do corpo. Falando de “mulher pra mulher”, elas andam e nada mexe (rsrs). Duas gatas, saudáveis, com o corpo forte, firme e lindo.”

Os looks estavam tão lindo que foi bem difícil de escolher os que mais gostei pra postar aqui. Vem ver!

00.001Que estampa mais incrível!
01.001

03.001Apaixonada nessas amarrações com cordas!

04.001

05.001Maiôs lindos que podem ser usados no dia a dia.

06.001 2

06.001

08.001

09.001Quero esses maiôs por próximo verão! Quanta riqueza!

10.001

Fonte: ffw.com.br.

Beijos,

Aline.

not-1913-img-3335

SPFW Day 1: Desfile da Lilly Sarti

Hoje começou a semana de moda brasileira, o São Paulo Fashion Week. Muitas marcas desfilarão suas coleções na Bienal do Parque Ibirapuera. Acompanhem aqui pelo blog que todo dia postarei um desfile que foi destaque no dia!

Como o SPFW dia 01 postando o desfile da Lilly Sarti. Sou fã da marca e não poderia deixar de postar aqui! Sobre o release do desfile que foi inspirado no Nordeste: “O ponto de partida inicial de Lilly Sarti era a natureza. Um dia, porém, se deparou com uma obra do pernambucano Gilvan Samico e se encantou. A partir daí, voltou sua pesquisa e seu olhar para a fauna, flora e mitologias do sertão, contadas por meio das obras deste que é considerado um dos importantes nomes da xilogravura no Brasil. “Ele costumava fazer apenas uma obra por ano, gosto de suas xilogravuras em preto e branco, muito chiques”, conta Lilly, que usou o grafismo, as lendas, pedras e os animais envolvidos no trabalho do artista, mesclados com a textura da madeira vinda das “esculturas mobiliárias”do designer porto-alegrense Hugo França.”

Vimos na passarela um mix de textura como tule, jacquard e camurça. Tecidos fluídos, leves e com um toque assimetria também surgiram na passarela. O candy color rosa apareceu em algumas peças juntamente com tons terrosos e cores quentes. Muito couro, franja e trama nas bolsas.

01.001 02.001

03.001

05.001

06.001

07.001

Fonte: ffw.com.br.

Gostaram?

Beijos,

Aline.